"Os EUA não irão doar vacinas ao Brasil", afirma Queiroga

27/05/2021
Em audiência na Câmara dos Deputados, o ministro da Saúde afirmou que o esforço é para antecipar a entrega das vacinas
Em audiência na Câmara dos Deputados, o ministro da Saúde afirmou que o esforço é para antecipar a entrega das vacinas
O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, comentou sobre a manifestação do presidente norte-americano, Joe Biden, sobre a intenção de doar vacinas contra covid-19 a outros países.

Queiroga avaliou positivamente a promessa, mas afirmou que no caso do Brasil, "sendo pragmático", os EUA não irão doar as vacinas, "até porque o Brasil comprou essas doses das indústrias americanas", afirmou.

Acompanhe o Bananeiras Online também pelo twitterfacebookinstagram e youtube

De acordo com Queiroga, o esforço nas tratativas com o país não pleiteia a doação de vacinas, destacando sua conversa com o secretário de Saúde dos EUA, Xavier Becerra, Queiroga afirmou que seu esforço é para antecipar a entrega das vacinas compradas com farmacêuticas americanas como a Pfizer e Johnson & Johnson "e propor algo com as indústrias americanas".

Queiroga participou na manhã desta quinta-feira, 26, de sessão conjunta das comissões de Fiscalização Financeira e de Defesa do Consumidor da Câmara.

R7
 



Outras Not?cias