Homem morre após ser atingido por pedra de duas toneladas que despencou de serra, na PB

26/09/2020
Homem é morto por pedra de duas toneladas que deslizou de serra no Cariri Paraibano — Foto: Amy Nascimento/TV Paraíba/Reprodução
Homem é morto por pedra de duas toneladas que deslizou de serra no Cariri Paraibano — Foto: Amy Nascimento/TV Paraíba/Reprodução
 Um homem de 27 anos, identificado como Marcos Antônio Alves da Costa, morreu após ser atingido por uma pedra que despencou de uma serra, na zona rural de Serra Branca, no Cariri da Paraíba, na tarde de quarta-feira (23). Segundo apuração no local feita pela reportagem da TV Paraíba, a pedra tem cerca de duas toneladas. Até a tarde desta quinta-feira (24), o corpo ainda vai ser retirado com uma retroescavadeira. Marcos era casado e deixa uma filha de três anos.
 
 

Familiares de Marcos relataram que ele tinha saído do trabalho por volta das 14h, para caçar preás com um amigo, em uma região conhecida como Sítio Cauaçu, que fica há cerca de 10 km da cidade. É uma região quase inabitada, com casas distantes.

Pedra despenca e mata homem que estava caçando, em Serra Branca, na Paraíba. Marcos Antônio Alves da Costa tinha 27 anos e deixa uma filha de três anos — Foto: TV Cabo Branco/Reprodução

Pedra despenca e mata homem que estava caçando, em Serra Branca, na Paraíba. Marcos Antônio Alves da Costa tinha 27 anos e deixa uma filha de três anos — Foto: TV Cabo Branco/Reprodução

No local, os dois resolveram ir por caminhos diferentes, quando o acidente aconteceu. O amigo da vítima ouviu o forte barulho da pedra, mas não o encontrou. Algumas pessoas da cidade também se reuniram para fazer buscas na região na tentativa de encontrar a vítima. O amigo chamou familiares para ajudar na busca, quando o corpo foi achado.

O corpo do homem foi encontrado na manhã desta quinta-feira (24) e continua com a pedra sobre ele, aguardando para que ela seja retirada. A Polícia Militar e a Polícia Civil estão no local.

Acompanhe o Bananeiras Online também pelo twitterfacebookinstagram e youtube

Por G1 PB

 



Outras Not?cias