Palmeiras entra com pedido de impugnação da final do Paulistão

11/04/2018

 O Palmeiras protocolou na noite desta terça-feira no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) o pedido de impugnação na final do Campeonato Paulista, realizada no último domingo, no Allianz Parque. O clube justifica que imagens provam a existência de interferência externa na atuação do árbitro Marcelo Aparecido de Souza para cancelar um pênalti marcado contra o Corinthians, no segundo tempo.

A diretoria alviverde tomou a atitude no limite do prazo para tentar impugnar uma partida, que é de dois dias depois da publicação da súmula. Na partida, o Corinthians ganhou por 1 a 0 no tempo normal, gol de Rodriguinho, e confirmou o título com a vitória nos pênaltis, por 4 a 3.

O Palmeiras questiona a participação do diretor do departamento de árbitros da Federação Paulista de Futebol (FPF), Dionísio Roberto Domingos, nos instantes posteriores à marcação de um pênalti de Ralf em Dudu. O clube divulgou nesta terça imagens em que procura provar que Domingos saiu da área interna do estádio para se comunicar com os assistentes pouco depois do lance.

A falta acabou cancelada e, após oito minutos de paralisação, o árbitro deu escanteio. A decisão irritou bastante o Palmeiras, que declarou rompimento com a FPF, recusou enviar representantes à festa de premiação do torneio e promete lutar nos bastidores para conseguir anular a partida.

 Estadão 




Outras Not?cias